Agende sua consulta: (62) 3224-8234 • (62) 3224-8233  

(62) 99961-5112

Faça agora seu pré-agendamento

Alergia a picada de insetos

Alergia a picada de insetos

 

        Os insetos da ordem himenóptero (como por exemplo, formiga, abelha, vespa e marimbondo) podem causar dois tipos de reações,  tóxica e alérgica.
      
        Reação tóxica
            - Local: após a picada, o paciente apresenta apenas uma reação inflamatória no local da introdução do veneno, com resolução em algumas horas.
            - Sistêmica: geralmente ocorre após múltiplas ferroadas, com envolvimento de um ou mais órgãos (pele, aparelho respiratório, trato gastrointestinal, aparelho cardiovascular), simulando reações alérgicas sistêmicas. Tem potencial risco de vida para o paciente.

        Reação alérgica
            - Local extensa: trata-se de uma reação inflamatória intensa, que geralmente envolve o local da ferroada com extensão para articulação adjacente. Pico da reação pode ocorrer em 48h e há risco de infecção secundária.
            - Sistêmica: Pode ser desde uma reação sistêmica leve, como por exemplo uma urticária generalizada, até uma reação grave anafilática ou choque anafilático (potencial risco de vida para paciente).

        O diagnóstico e a diferenciação entre os dois tipos possíveis de reações, tóxica ou alérgica, deve ser feita por um especialista em alergia e imunologia, através de uma história clínica bem detalhada e auxílio de testes alérgicos, como por exemplo IgE específica e prick test. Essa diferenciação é de extrema importância para que haja o manejo adequado do paciente, pois, ambos os casos podem ser tratados com uso de anti-histamínicos e/ou corticosteroides tópicos (local) ou sistêmicos, se detectado infecção secundária pode ser feito uso de antibiótico, e dependendo da gravidade da reação como é o caso de uma anafilaxia, é mandatório tratamanto com adrenalina intramuscular antes de qualquer outra medida. No entanto, a longo prazo, o paciente que foi diagnosticado com alergia a picada de inseto, pode se beneficiar da imunoterapia (vacina), o que é realmente o diferencial nesses casos, pois, modifica a história natural da doença e diminui riscos futuros de quadros com potencial risco de vida (anafilaxia) quando ocorrer uma ferroada acidental por alguns dos insetos acima mencionados, trazendo inclusive, redução na ansiedade do paciente que até então fica sempre apreensivo e com medo de novos acidentes com insetos, devido histórias de quadros graves prévios.
     
      


Agende sua consulta

(62) 3224-8234